Saturday, 20 October 2007

PASTEIS DE FEIJÃO

No final do Sec. XIX na Vila de Torres Vedras vivia uma Senhora chamada Joaquina Rodrigues que tinha uma receita, secreta e de origem desconhecida, de um doce que ela confeccionava sómente para os seus amigos e familiares.
Com o passar dos tempos uma amifga da D. Joaquina a D. Maria aprendeu a receita e resolveu comercializar os deliciosos doces conjuntamente com seu marido Sr. Alvaro Fontes Simões.
Cerca de 1940, é montada uma fábrica, por um dos filhos Do Sr Álvaro criando uma das marcas mais antigas destes pasteis " Coroa". O crescimento da referida fábrica foi de tal ordem que em 1973 já eram produzidas diária mente cerca de 250 duzias de pasteis.
Ao longo dos tempos foram abrinndo e fechando outras casas de Pasteis que levaram a que em meados do Seculo XX era asumido que o pastele de feijão era o doce de Torres Vedras.
Actualmente o pastel de Feijão é fabricado um pouco por todo o pais, com a variante de caixa de massa folhad e sem caixa (o meu favorito) mas nunca esquecendo a sua origem.



Receita do El Kid do blog Horas e Vagas.

INGREDIENTES
  • 500 Gr. de açúcar
  • 2,5 Dl de agua
  • 250 Gr. de Feijão branco(cozido só com agua e um pouco de sal e passado pelo passe-vit)
  • 8 Gemas
  • 2 Claras
  • 1 colher de sopa de manteiga
  • Raspa de 1/2 limão

Com o açúcar e a água fazer uma calda em ponto pérola, retirar do lume e juntar o feijão passado mexer bem, levar novamente ao lume até engrossar, mexendo sempre com uma colher de pau para não agarrar.

Quando estiver grosso junta-se a manteiga e logo que esta estiver derretida retirar do lume.

Deixe arrefecer um pouco.

Bater bem as gemas com as claras e junte ao preparado anterior ligando tudo muito bem, por fim junte a raspa de limão.

Distribuir o preparado por formas de queque untadas com manteiga e leve a cozer em forno brando, durante 15 a 20 minutos, dependendo do forno, ate ficarem bem louros por cima.

Depois de cozidos desenforme e coloque em caixas de papel, se pretender pode polvilhar, ligeiramente com açúcar em pó.

Podem ser comidos mornos, mas eu prefiro frios, pois realça muito mais o sabor.

Óptimos para acompanhar com chá, ou como eu gosto para acompanhar com outro Pastel de Feijão.

1 comment:

Anonymous said...

Eu pus 2 colheres de sopa de farinha, porque estavam muito líquidos e ficaram espetaculares!Esta é a única receita que não leva amêndoa!
Muito obrigada!!!